Acusado de latrocínio é preso, em Limoeiro


Carlos Vilson de Lima, 31 anos, conhecido como Ninho, foi preso através de um mandado de prisão, neste sábado (03). Ninho é acusado de ter cometido um latrocínio, na cidade de Passira, no agreste do estado.

O crime teria sido praticado por Carlos e outros dois homens, que já foram presos.

Ninho, Anderson e Herculano havia assassinado o comerciante, Gonçalo Mercês de Moura. Na investida José João da Silva santos ficou ferido, servindo como testemunha.

Carlos foi apresentado na delegacia da cidade, e em seguida foi recolhido para a Penitenciária Drº Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade