MPPE consegue condenação de assassino de adolescente em Buenos Aires


Thiago Bezerra da Silva foi condenado a 44 anos de prisão, nesta terça-feira (10), pelo assassinato de Ingrid Gabriela Araújo Alves, de 17 anos, na área rural de Buenos Aires. A promotora de Justiça Aline Laranjeira, em Plenário, requereu a condenação dele por homicídio qualificado, destruição e vilipêndio de cadáver. 

Na madrugada de 12 de novembro de 2017, Thiago, motivado por vingança de traição, estrangulou Ingrid, sem dar-lhe chance defesa, manteve relação sexual com o cadáver e depois ateou fogo no corpo em um sítio no município.  

A defesa do réu requereu o afastamento das qualificadoras: motivo torpe e do meio para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime. Requereu também a absolvição de Thiago em relação ao crime de vilipêndio de cadáver por falta de provas. Mas teve as teses rejeitadas.

Na sentença, o juiz Rafael Sampaio Leite Juiz descreveu o passo a passo do crime: “As circunstâncias em que se deram os fatos também pesam em desfavor do réu, eis que além de estrangular a vítima, o réu se utilizou de um lençol para pendurá-la e assegurar a consumação do crime. Ademais, passou um dia com o corpo da vítima nesta situação e chegou a mostrá-lo a outras pessoas. As consequências foram graves, resultando na morte da vítima ainda jovem”.

Thiago iniciou o cumprimento da pena, em regime fechado, no Presídio de Limoeiro.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade