Sistema de Abastecimento de Água de Araçoiaba será ampliado


romulo-aurelio-souzaEstá sendo desenvolvido um projeto pela Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa para ampliar a oferta de água do município de Araçoiaba, localizado a 40 quilômetros do Recife. O empreendimento prevê uma vazão de 120 litros de água por segundo, a partir do Sistema Botafogo, situado no município de Igarassu. O novo sistema também transportará água tratada para o Complexo Prisional de Araçoiaba, que está com as obras em andamento. O projeto, que ficará pronto em dezembro deste ano, será dividido em duas etapas: a construção de uma nova adutora e a requalificação da rede de distribuição da cidade. Com o término do projeto, que está sendo executado por técnicos da Compesa, a empresa irá captar recursos para viabilizar as obras.

O novo sistema de abastecimento de água da cidade de Araçoiaba irá beneficiar cerca de 20 mil pessoas, mas o projeto terá o alcance de 31 mil pessoas no horizonte de 20 anos. Segundo o diretor Técnico de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, o projeto está sendo elaborado pelos próprios engenheiros da empresa. “A iniciativa é uma demonstração da capacidade técnica dos nossos profissionais e também uma forma de reduzir custos”, afirmou o diretor. Segundo ele, o projeto vai melhorar a qualidade de vida da população, ao promover a estabilidade no fornecimento de água para o município, ao longo do ano, evitando a redução da oferta devido à sazonalidade, principalmente, na época do verão.

A expectativa da Compesa é retirar a cidade do racionamento com as intervenções a serem realizadas. Atualmente, Araçoiaba tem um rodízio, que hoje é de um dia com água para três sem. A obra, ainda sem previsão de início, será realizada num prazo de 18 meses, e vai aumentar a produção de água proveniente do Sistema Botafogo – Barragem de Catucá e Adutora de Arataca – e dará garantia de sustentabilidade hídrica à Araçoiaba, visto a intermitência do atual manancial que abastece a cidade, o Riacho Floresta. No total, calcula-se que serão investidos cerca de R$ 21 milhões.

O projeto prevê a implantação de 16,4 quilômetros de extensão de adutora de 400 mm (ferro fundido), que vai captar água ao lado da Estação Elevatória de Água Bruta 1, pertencente ao Sistema Botafogo, localizada no limite dos municípios de Araçoiaba e Igarassu até uma nova Estação de Tratamento (ETA) a ser construída na entrada da cidade. A partir desta ETA, será construída também uma Estação Elevatória para bombear água tratada até um Reservatório Elevado existente que, por sua vez, transportará água ao Complexo Prisional de Araçoiaba por meio de um conjunto de adutoras exclusivas, com cerca de 7 quilômetros de extensão, assim como reforçará o abastecimento de água da cidade.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday