Alepe aprova indicação de Carlos Neves para cargo de conselheiro


Em sessão extraordinária, realizada nesta quinta-feira (11), a Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, por unanimidade, a indicação do advogado Carlos Neves para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, em substituição a João Carneiro Campos, falecido no último dia 22 de junho.

Dos 49 deputados que compõem a Casa, 42 participaram da votação. Os outros não compareceram por motivo de viagem, uma vez que a Alepe encontra-se em período de recesso. Antes da votação no plenário, o advogado Carlos Neves passou por uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça, na presença de muitos amigos e colegas de profissão, que lotaram a sala.

Os deputados ressaltaram a capacidade profissional e experiência de Carlos Neves na área jurídica, onde atua há mais de 20 anos, elogiando a indicação feita pelo governador Paulo Câmara.

“O governador Paulo Câmara não poderia ter sido mais feliz na sua escolha. Há muitas semelhanças entre Carlos Neves e nosso saudoso João Campos, seja no caráter, bom senso e formação acadêmica. Tudo isso só vai engrandecer o trabalho de uma instituição tão importante quanto o Tribunal de Contas”, afirmou o deputado Waldemar Borges, presidente da Comissão.

“O fato de ser uma pessoa de extrema capacidade intelectual, experiência e qualificação, nos dá a segurança de que é o nome certo para atuar no Tribunal de Contas e ajudar a instituição a cumprir o seu papel”, disse o deputado João Paulo.

Os deputados Eriberto Medeiros (presidente da Alepe), Lucas Ramos, Isaltino Nascimento, Antônio Moraes, Tony Gel, Teresa Leitão, Joaquim Lira e Priscila Krause também se pronunciaram positivamente sobre a escolha de Carlos Neves.

O deputado Romário Dias, relator do projeto, afirmou que o advogado reunia todos os requisitos exigidos pela Constituição Estadual e pelo Regimento Interno do Tribunal de Corte de Contas do Estado para ocupar o cargo. Sendo assim, ele opinou pela aprovação, sendo seguido pela Comissão em unanimidade.

Em seguida os deputados seguiram para a votação em plenário, onde houve a aclamação pela indicação do advogado.

CONSTRUIR PONTES – Quebrando o protocolo da Casa, Carlos Neves subiu à tribuna para agradecer aos deputados. “É muito importante chegar ao Tribunal de Contas com o respaldo do governador do Estado e de cada um dos deputados desta Casa para que possa fazer do meu trabalho uma missão séria, ética, correta, como sempre foi pautado na minha vida”, afirmou.

Carlos Neves falou também da importância das parcerias entre as instituições. “O momento é de juntar, de unir, de construir pontes. A Alepe já é parceira do Tribunal de Contas, já tem as pontes construídas, eu quero reforçar as pontes que existem com as instituições, com a OAB, o Tribunal Eleitoral, com o Tribunal de Justiça. Se eu puder esse embaixador no sentido de construir pontes, serei, sem nenhum demérito”, continuou.

“Farei isso se for possível, contribuindo com meus pares no Conselho, para que a gente possa, cada vez mais, construir um Tribunal de Contas parceiro da sociedade, sensível às dificuldades da administração pública e duro naqueles casos que tivermos que ser duros com aqueles que prejudicam a população através da apropriação indevida de recursos públicos”, disse ele.

O novo conselheiro do Tribunal de Contas deve tomar posse dentro dos próximos dias. Nesta sexta-feira, às 10h30, Carlos Neves visita o TCE para um encontro com o presidente, Marcos Loreto, com os demais conselheiros e membros do Ministério Público de Contas.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade