“A Piscina de Caíque” vence mostra do CineCreed no Case Timbaúba

Unidade da Funase recebeu festival de cinema. Pela primeira vez, socioeducandos puderam votar no melhor filme


O curta-metragem “A Piscina de Caíque” venceu a Mostra Competitiva Brasil, promovida dentro da 10ª edição do CineCreed. O festival ocorreu no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba, unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) situada na Mata Norte do Estado. A escolha do filme, um dos sete exibidos no local, foi feita pelos socioeducandos. Embora internos da Funase já tenham participado de outras mostras do festival, foi a primeira vez que puderam votar na melhor produção. Os produtores do curta vencedor receberão o troféu Coronel Alcides Romão e um prêmio em dinheiro, no valor de R$ 800.

Lançado em 2017, “A Piscina de Caíque” (Livre, 15 minutos, de Raphael Gustavo da Silva, Goiás), conta a história do personagem-título, um menino que se diverte escorregando no chão molhado e ensaboado da área de serviço na companhia de um amigo inseparável. Segundo a sinopse, por causa do desperdício de água, ele acaba criando problemas com a mãe. O filme foi aclamado com 25 votos entre os 55 adolescentes do Case Timbaúba. Nas justificativas, o fato de o curta ter feito referência à infância deles. “Nós agradecemos muito por vocês terem se lembrado da gente com esses filmes”, destacou um socioeducando.

O CineCreed é voltado para pessoas privadas de liberdade em Pernambuco. Também foram contempladas a Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima (Mostra Competitiva Nordeste) e a Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá (Mostra Competitiva Pernambuco), ambas administradas pela Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) do Estado. Já a Funase recebeu dois eventos dentro do festival: além da Mostra Competitiva Brasil no Case Timbaúba, socioeducandos da Casa de Semiliberdade (Casem) Rosarinho participaram, na semana passada, da Mostra Convivências, que não teve como intuito a votação em algum filme.

Além dos adolescentes, funcionários do Case Timbaúba prestigiaram o evento, assim como o idealizador do festival e coordenador geral do Programa Exibição de Cinema Social (Preciso), Francisco Pires. Conforme a assessora da Diretoria Geral da Política de Atendimento (DGPAT) da Funase, Nereida Pontes, o evento foi um sucesso por viabilizar uma participação proativa dos socioeducandos. “Foi um momento muito enriquecedor para os adolescentes e para os funcionários. Agradecemos aos idealizadores”, afirmou. “Tivemos duas sessões, pela manhã e à tarde, e podemos dizer que o objetivo foi alcançado. O acesso à cultura foi garantido para os nossos socioeducandos”, completou a coordenadora geral do Case Timbaúba, Brenda Pitanga.

O CineCreed teve mais de 200 produções inscritas. A curadoria foi feita pela 6ª turma do curso de Especialização em Estudos Cinematográficos da Universidade Católica de Pernambuco, sob a coordenação do professor Alexandre Figueirôa. Além do vencedor, “A Piscina de Caíque”, também foram exibidos no Case Timbaúba os curtas “Cão Maior”, de Marcelo Leme (MG); “8 Patas”, de Fabrício Rabachim, Gabriel Barbosa e Pietro Nicolodi (SP); “Minha Mãe, Minha Filha”, de Alexandre Estevanato (SP); “Match”, de Raquel Freire (SP); “Maria”, de Elen Linth (AM); e “Par Perfeito”, de Débora Herling (SC).

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade