“Meu filho cometeu uma brincadeira na hora errada e no momento errado e delicado”, disse mãe do aluno do Damas Santa Cristina


A mãe do adolescente de 16 anos de idade, aluno do Colégio Damas Santa Cristina, em Nazaré da Mata, acusado de usar a rede social para anunciar um possível ataque a unidade educacional, entrou em contato, neste sábado (13), com a redação do Giro Mata Norte e falou pela primeira vez sobre o ocorrido.

“Meu filho cometeu uma brincadeira na hora errada e no momento errado e delicado”, disse a mãe do adolescente.

A mãe descreveu o filho como “Um menino tranquilo, disciplinado, estudioso e evangélico” e ainda relatou que os dias não estão sendo fáceis para a família, que é protestante, após o ocorrido.

“Meu filho está com medo. Nas redes sociais ele está sendo tratado como um terrorista, e isso está destruindo a vida pessoal e escolar dele. Ele reconhece que errou. Nunca usou arma; nunca bebeu e nunca usou drogas. A arma do meu filho sempre foi a Bíblia, a palavra de Deus”, disse a mãe.

A mulher também mandou uma mensagem aos pais dos alunos da escola pedindo tranquilidade e que não tenham medo de mandarem seus filhos para a escola.

A mãe também disse que os amigos do adolescente, entre eles uma garota que recebeu a mensagem e divulgou, também ficaram consternados com toda repercução negativa em torno do fato, ao ponto de pedirem desculpas.

A mulher também cobrou responsabilidade com o que se noticia nas redes sociais, reforçando a importância de pesquisar.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade