Justiça eleitoral reabre processo contra Graça do Moinho

Graça e seu esposo, Carlinhos do Moinho, por abuso de poder econômico.


O juiz da 135ª Zona Eleitoral, Milton Santana Lima Filho, reativou o processo eleitoral contra a prefeita da cidade de Lagoa de Itaenga, Graça do Moinho (PSB), e seu esposo o ex-prefeito de Carpina, Carlinhos do Moinho (PSB), pela acusação de abuso de poder econômico durante as eleições de 2016.

Graça, ao lado de seu marido, Carlinhos do Moinho (PSB), realizou um showmício no mês de maio de 2016, onde foi caracterizado como campanha antecipada. A denúncia foi realizada pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), e o casal foi multado pelo TRE, em R$ 5 mil, pelo crime praticado.

No evento realizado, onde foi condenada por antecipar a campanha, através outdoors, carros de som e redes sociais na época que era pré-candidata a prefeitura do município. No evento do dia das mães a pré-candidata, ao lado do seu esposo, distribuiu terreno, motocicleta e outros prêmios. No sorteio o prefeito de Carpina, Carlinhos do Moinho, que anunciava os números sorteados prometeu doar 500 lotes de terrenos, caso Graça fosse eleita.

O juiz já havia condenado a prefeita, juntamente com Carlinhos, cassando os direitos políticos de Graça do Moinho, de seu vice, Alexandre Agripino (PSC), e de seu esposo, Carlinhos.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday