MPPE mira carga horária dos servidores de Lagoa do Carro


A 2ª Promotoria de Justiça de Carpina abriu um inquérito civil para investigar a carga horária de alguns servidores da Prefeitura de Lagoa do Carro. O processo foi aberto após o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) receber uma denúncia.

Segundo o denunciante os servidores do município Dimitri Araújo e Antônio Carlos de Oliveira não estariam cumprindo a carga horária, conforme determina a legislação. Os citados foram convocados para presta esclarecimentos.

A Promotoria tem o prazo de 90 dias para concluir as investigações.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade

  • Black Friday