Ministério da Saúde habilita UPA Paudalho e unidade ganhará custeio Federal


Após visita do Ministério da Saúde em dezembro de 2018 e a verificação de que Unidade de Pronto Atendimento Laura Bandeira de Melo (UPA Paudalho) está em plena condição de funcionamento, o local ganhou habilitação. De acordo com Portaria Nº 675, publicada nesta quarta-feira (17), foi estabelecido o recurso por parte do Ministério da Saúde  e a unidade passa a ser incorporada ao Grupo de Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar – MAC do Estado de Pernambuco e Município de Paudalho.

Para o funcionamento da UPA é necessário o valor de cerca de R$ 500 mil por mês. A unidade estava operando com recursos próprios, mas agora, com a determinação, a partir do mês de maio, a UPA Paudalho receberá do Ministério da Saúde o montante de R$ 137 mil reais por mês para ajudar no andamento do trabalho do local que atende em média seis mil pessoas por mês.

Próximos passos: qualificação e busca pelo cofinanciamento do Governo Estadual

 A UPA Paudalho segue agora para a etapa de Qualificação. Nesta momento é aguardada a visita técnica do Ministério da Saúde e após a aprovação, é liberado mais R$ 98 mil reais de custeio.  Outra batalha da gestão será a busca do cofinanciamento (recurso) por parte do Estado de Pernambuco. De acordo com a Política Tripartite, a Unidade deve ser custeada pelos Governos Municipal, Estadual e Federal. “Nós estávamos lutando com recursos próprios para que a Unidade estivesse funcionando, mas com sofrimento. Porém conseguimos essa vitória e estamos felizes porque isso tudo reflete na qualidade do atendimento. Esta é uma vitória, entretanto temos outras duas batalhas pela frente que são a qualificação e o cofinanciamento por parte do Governo do Estado”, disse o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia.

Nesta conquista, Marcelo Gouveia, destaca também algumas parcerias. “Nós queremos destacar e agradecer a parceria com o ex-deputado e ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) e o deputado federal Ricardo Teobaldo (PODE) que sonharam e nos ajudaram a ter esse aparelho público funcionando”, comentou.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade