Goiana: Polo automotivo Jeep vai gerar 1.900 novos empregos

Vagas serão criadas em quatro novas empresas que irão fornecer componentes para a fábrica da FCA/Jeep


O polo automotivo FCA/Jeep irá receber quatro novas fábricas para integrar seu parque de fornecedores em Pernambuco. Juntas,as empresas representam um investimento de R$ 250 milhões e a geração de cerca de 1.900 empregos. As quatro novas unidades deverão se instalar no estado até meados de 2020. A estimativa é que faturem algo em torno de R$ 900 milhões anuais. As informações foram divulgadas ontem (30) pelo diretor de compras da FCA para a América Latina, Luís Santamaria, logo após o encerramento do Match Day FCA, encontro que reuniu em São Paulo parte da diretoria da FCA, empresários do setor automotivo, além do governador de Pernambuco, Paulo Câmara e o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

“Desde janeiro estamos negociando individualmente com os empresários e, desta vez em grupo, para apresentar aos investidores as vantagens de integrarem o polo automotivo de Goiana”, afirmou Bruno Schwambach. O governo de Pernambuco publicou esta semana no Diário Oficial do Estado, dois decretos que beneficiam diretamente a cadeia automotiva. O primeiro deles trata da redução da antecipação tributária que era cobrada a sistemistas que não desenvolvem atividade industrial, mas são fornecedores da FCA. Em vez de recolherem a diferença de alíquota de 11% na entrada interestadual, recolherão 1%. Outra medida foi conceder o chamado diferimento do ICMS na subcontratação do serviço de frete, o que evita a bitributação. “Quando a empresa sai com os veículos produzidos em Pernambuco, ela tem a possibilidade de fazer, no meio do caminho, o trabalho com a terceirizada sem acréscimo de ICMS”, explica o presidente da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu e Lima.

JEEP

Pernambuco já reúne 6% dos fornecedores da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) no Brasil. Luis Santamaria diz que existem atualmente 16 empresas fornecedores de componentes para a linha de produção da FCA/Jeep, instaladas aqui. A meta é dobrar esse número nos próximos dois ou três anos. “Queremos expandir rapidamente. A expectativa é chegar a 25/30 fornecedores e até 12% de participação”, projetou Santamaria. “A ideia é trazer fabricantes de peças de alto valor agregado que reduzam os custos da fábrica com logística”, definiu o diretor de compras da FCA. Dentro de dois meses deve ocorrer outro Match Day, dessa vez em Pernambuco, quando serão apresentadas a potenciais investidores a configuração do Porto de Suape e a estrutura local da fábrica da FCA/Jeep, em Goiana.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade