Estiagem leva Compesa a implantar rodízio em Macaparana


O período de estiagem prolongada prejudicou o abastecimento de água de Macaparana, na Zona da Mata Norte, cidade que é atendida por meio de dois sistemas, o Sistema Integrado Siriji e o da Barragem do Engenho Bonito/ Riacho Seridó (barragem de nível). Este último é o sistema local da cidade, cuja única fonte hídrica é o Rio Seridó, que está em situação de pré colapso. Em função da queda significativa do nível do rio e, consequentemente, do volume de água captado no manancial, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) precisou estabelecer um calendário de fornecimento de água para a população, com o regime de 48 horas com água e 48 horas sem (área central e partes altas). O novo calendário já está valendo. Antes, o abastecimento de água era feito diariamente na cidade.

No entanto, hoje, Siriji – que corresponde a 55% do volume de água distribuído para a população – está sem atender Macaparana até que a companhia consiga terminar o conserto dos dois conjuntos motobombas da estação elevatória situada em São Vicente Férrer. Essa unidade possibilita que a água seja transportada pela adutora, ao longo de 20 quilômetros, até chegar a Macaparana. Os dois conjuntos motobombas, o principal e o reserva, apresentaram problemas, entre os dias 7 e 23 de dezembro, e ainda estão em manutenção. “O que houve foi uma situação atípica, a quebra dos dois equipamentos em um curto intervalo de tempo. E devido ao recesso dos fabricantes de peças, no final do ano, o prazo de conclusão dos serviços e manutenção se estendeu”, explica o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Mozart Alencar, acrescentando que sem a contribuição de Siriji, a companhia está enfrentando problemas para atender as partes mais elevadas da cidade, como os bairros da Cohab e Macapazinho.

A previsão é finalizar o reparo dos dois conjuntos de motobombas até a próxima quinta-feira (10) e permitir o retorno da operação do Sistema Siriji para Macaparana. Hoje (3), a já companhia iniciou o abastecimento das áreas mais críticas da cidade de forma emergencial, com carros pipas. O gerente da Compesa ainda reforça que a companhia vem trabalhando para restabelecer o abastecimento de forma regular em Macaparana, e destinou cerca de R$ 80 mil em ações de limpeza da Barragem do Engenho Bonito/Riacho Seridó, recuperação das bombas da estação elevatória e contratação de carros pipas.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade