Carpina: Falta de reajuste salarial dos professores vira alvo de inquérito no MPPE


Sem sofrer reajuste salarial do magistério desde o ano de 2017 o Sindicato dos Professores Públicos Municipais (SINDPROM) ingressou com uma denúncia, no Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), contra a prefeitura do Carpina por descumprir a lei nº 11.738/2008.

Na última terça-feira (09) o promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Carpina, Guilherme Graciliano Araújo Lima, instaurou um inquérito civil para apurar a denúncia. O processo foi publicado no Diário Oficial do MPPE, na edição de hoje (11).

No documento o promotor pede a vinculação de professores, que ganharam uma ação judicial contra o município, por não receberem a equiparação salarial.

De acordo com o promotor o município terá o prazo de 20 dias para prestar esclarecimentos sobre o caso.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade