Alpargatas contrata mais de 30 jovens aprendizes formados pelo SENAI


A chance de aprender e, ao mesmo tempo, conseguir ingressar no mercado de trabalho é um dos principais pontos positivos dos programas de aprendizagem. Em Pernambuco, o programa de aprendizagem industrial desenvolvido pelo SENAI vem acumulando resultados importantes. Exemplo disso está na parceria desenvolvida pela instituição com a Alpargatas, indústria brasileira do ramo de calçados: somente este semestre, 31 ex-jovens aprendizes foram contratados pela empresa. Os novos funcionários fizeram parte do curso de aprendizagem em qualificação profissional básica em Auxiliar de Linha de Produção entre os anos de 2017 e 2019, ministrado em parceria com o SENAI Cabo.

Toda a parte teórica do curso de aprendizagem ocorreu dentro da própria empresa, localizada em Carpina, que ofereceu uma estrutura completa para a realização das aulas. Esse modelo facilitou a presença dos alunos, vez que eles são moradores da própria cidade e de municípios próximos, como Nazaré da Mata, Lagoa do Carro, Paudalho e Tracunhaém. A cada unidade curricular, os docentes vinham do SENAI Cabo para ministrar as disciplinas do curso, com duração total aproximada de seis meses.

Um dos recém-contratados é Guilherme Gomes dos Santos, 22 anos, que finalizou o programa de aprendizagem no último mês de março. O jovem irá atuar na área de acabamento dos calçados, setor que vivenciou durante a fase prática do curso. Além dele, outros jovens da mesma turma também foram selecionados. “Fiquei feliz, porque isso prova que os gestores gostaram do meu trabalho. Os jovens-aprendizes tiveram prioridade nessa seletiva, tanto por já conhecer a empresa quanto por ter o conhecimento oferecido pelo SENAI. O mais importante para mim, é adquirir experiência, o que fica para a vida toda”, destacou.

A parceria entre o SENAI Cabo e a Alpargatas começou há cinco anos. Para o diretor do SENAI Cabo, Daniel Fagundes, o interesse no programa de aprendizagem está justamente no fato de que os jovens já entram no mercado de trabalho com informações acerca da cultura industrial. “Para a indústria, contratar um jovem aprendiz que foi formado pelo SENAI é ter a garantia de ter um funcionário que está inserido no contexto industrial, uma vez que a própria metodologia de ensino da instituição permite a vivência de situações de aprendizagem baseada em vivências dos processos industriais”, pontua.

  • Últimas Notícias

  • Vagas de Empego

  • Publicidade